Junho traz boas notícias para milhões de beneficiários do Bolsa Família; Saiba mais

Fotos: Agência Brasil

- PUBLICIDADE -

Continua após a Publicidade

A aprovação da Medida Provisória (MPV) N° 1164/2023 pelo Senado Federal trouxe uma excelente notícia para as famílias beneficiárias do novo Programa Bolsa Família. Essa medida alterou a lei do antigo Auxílio Brasil para criar o novo programa social, que foi lançado oficialmente em março deste ano pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS).
Embora o programa já tenha sido lançado oficialmente, era necessário que fosse aprovado pelos Deputados e senadores do Congresso Nacional até este mês para que pudesse se tornar definitivo e ter força de lei. A MPV foi aprovada pela Câmara dos Deputados na terça-feira (30/06) e, em seguida, pelo Senado. Agora, o texto será enviado para sanção presidencial.

- PUBLICIDADE -

– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –

Continua após a Publicidade

- PUBLICIDADE -

A principal mudança trazida pelo texto da MP do Bolsa Família é a alteração do antigo Auxílio Brasil, que pagava R$600 por família mensalmente, independentemente das características do grupo familiar. O novo programa continuará pagando no mínimo R$600, mas famílias maiores poderão receber valores mais altos, pois será repassado R$172 por pessoa da família, além de benefícios adicionais para menores de idade e gestantes, que serão pagos para todos os beneficiários. A seguir, estão detalhados os novos benefícios:

Novo Benefício de Renda de Cidadania: Este benefício tem o objetivo de garantir que todas as famílias recebam valores justos e proporcionais à quantidade de pessoas na família. Ele pagará R$142 por pessoa da família, independentemente do tamanho do grupo familiar.
Novo Benefício Complementar: Este benefício visa garantir que todas as famílias recebam pelo menos o valor mínimo obrigatório de R$600. Ele será pago para grupos familiares com um, dois ou três integrantes, pois a soma dos R$142 por pessoa nesses casos não resultará no valor mínimo obrigatório. Portanto, o benefício complementará a quantia necessária para alcançar os R$600.
Novo Benefício Primeira Infância: Este benefício destina-se a famílias com crianças na primeira infância. Ele já está sendo pago desde março, no valor de R$150 adicionais por criança com até seis anos de idade, e continuará sendo pago até que a criança complete sete anos.
Novo Benefício de Renda Variável: Este benefício auxilia famílias com crianças, adolescentes e gestantes. Serão pagos R$50 a mais para cada gestante ou para cada criança ou jovem com idades entre sete e dezoito anos que a família possua.

Todos os valores e benefícios acima foram estabelecidos pelo governo e foram confirmados pela aprovação da Medida Provisória, portanto, serão pagos a partir deste mês de junho. No entanto, o texto aprovado no Congresso também criou um novo benefício adicional de R$50 para nutrizes, que são mulheres que recentemente deram à luz e estão amamentando. Esse novo benefício ainda precisa ser regulamentado antes de ser efetivamente pago, uma vez que não foi inicialmente previsto pelo governo.
Gostou da notícia?
Você também pode gostar de: INSS muda idade mínima para aposentadoria e surpreende brasileiros
Aproveite para participar do nosso grupo no whatsapp e receba notícias exclusivas diariamente. ENTRE NO GRUPO AQUI é grátis, e você recebe em primeira mão as nossas notícias!
Siga nosso perfil no Instagram: @schojenews
Siga nossa página no Facebook: @portalschoje
Inscreva-se no nosso Canal no YouTube: @schojenews

Continua após a Publicidade

- CONTEÚDO PROMOVIDO -
Maurício Freitas
Maurício Freitashttps://mauriciofreitas.com.br
Mauricio Freitas é jornalista com mais de 30 anos de experiência, conhecido por sua atuação exemplar no campo da comunicação. Atualmente, ele é o CEO e Editor Responsável do portal, onde se destaca por sua liderança visionária e compromisso inabalável com a qualidade jornalística. A publicação do Portal Mauricio Freitas é um dos empreendimentos da Maurício Freitas Comunicação Ltda. Para entrar em contato, envie um e-mail para: [email protected].

Veja mais