Bolsa Família: Beneficiários do que preenchem os critérios receberão parcela de R$ 1.200 em maio

- PUBLICIDADE -
Bolsa Família: Beneficiários do que preenchem os critérios receberão parcela de R$ 1.200 em maio - Portal Maurício Freitas
Fotos: Agência Brasil

Continua após a Publicidade

Em maio, diferentemente das parcelas de abril, não haverá o depósito completo do Bolsa Família, pois o Auxílio Gás não será pago, já que o benefício é liberado a cada dois meses, e o próximo pagamento ocorrerá somente em junho. Nesse mês, apenas o Benefício Primeira Infância estará disponível aos beneficiários.

- PUBLICIDADE -

O Benefício Primeira Infância foi confirmado pelo presidente Lula em março, após assinatura da Medida Provisória nº 1.164. Ele faz parte de um conjunto de medidas que visam melhorar as parcelas do Bolsa Família. Para recebê-lo, é necessário que a família tenha crianças de até seis anos em sua composição.

– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –

- PUBLICIDADE -

Continua após a Publicidade

Caso se enquadre nos requisitos, a família receberá uma parcela adicional de R$ 150 pelo Bolsa Família. Não há um limite máximo estabelecido pelo governo, mas até o momento, o total disponibilizado foi de quatro parcelas adicionais, totalizando R$ 600. Somando com a parcela padrão do benefício, temos a quantia de R$ 1.200.

Como em todos os meses, a movimentação dos valores ocorre pelo aplicativo do Caixa Tem. O calendário de maio está detalhado abaixo:

Dígito final do NIS Data
1 18/05/23
2 19/05/23
3 22/05/23
4 23/05/23
5 24/05/23
6 25/05/23
7 26/05/23
8 29/05/23
9 30/05/23
0 31/05/23

 

As condições para manter o Bolsa Família são relacionadas tanto à saúde quanto à educação das famílias beneficiárias. É fundamental que elas cumpram todas as condicionalidades para garantir a continuidade do recebimento do benefício. Algumas das condições incluem:

  • Manter a carteira de vacinação atualizada para crianças de até 7 anos;
  • Realizar acompanhamento da saúde de mulheres entre os 14 e 44 anos;
  • Participar de campanhas socioeducativas promovidas pelo governo;
  • Realizar o acompanhamento do pré-natal para famílias com gestantes;
  • Garantir frequência mínima escolar para crianças de 6 a 15 anos, de pelo menos 85%, e para jovens entre 16 e 17 anos, de pelo menos 75%.

Caso a família não cumpra alguma dessas condicionalidades, o benefício pode ser suspenso. Por isso, é importante que os beneficiários estejam atentos a todas as exigências e se esforcem para cumpri-las.

Gostou da notícia?

Você também pode gostar de: INSS muda idade mínima para aposentadoria e surpreende brasileiros

Aproveite para participar do nosso grupo no whatsapp e receba notícias exclusivas diariamente. ENTRE NO GRUPO AQUI é grátis, e você recebe em primeira mão as nossas notícias!

Siga nosso perfil no Instagram: @schojenews

Continua após a Publicidade

- CONTEÚDO PROMOVIDO -
Portal Maurício Freitas
Portal Maurício Freitashttps://mauriciofreitas.com.br
Mauricio Freitas é jornalista com mais de 27 anos de experiência e CEO do portal, destacando-se por sua liderança e compromisso com a qualidade jornalística. Uma Publicação da Maurício Freitas Comunicação Ltda E-mail: contato@mauriciofreitas.com.br

Veja mais