Balneário Camboriú quer adquirir testes rápidos para o coronavírus

O prefeito, Fabricio Oliveira, está negociando a compra de 150 mil testes rápidos para Coronavírus. A ideia é aplicar a testagem, inicialmente nos profissionais da saúde, segurança, idosos e trabalhadores, além de todas as pessoas que tiverem sintomas da doença.

Aliado a essa testagem, Fabricio aposta no uso de uma plataforma de monitoramento diário, para identificar as pessoas que estão desenvolvendo os sintomas, para que elas possam fazer a testagem e posteriormente o isolamento, quando o teste der positivo. “A exemplo da Coreia do Sul, vamos usar uma estratégia que combina monitoramento, participação da população e uma campanha de testes em massa. Tudo isso para que nossa população possa retornar as atividades, mas sem deixar de lado a segurança de todos”, explicou o prefeito.

De acordo com o prefeito, as equipes da Secretaria de Compras, Fazenda e os técnicos da Saúde trabalham a todo vapor para providenciar a aquisição, que depende dos trâmites burocráticos para que o município faça a importação de uma empresa chinesa. A expectativa é de que na próxima semana, já seja possível saber a data em que chegarão os testes.

Medidas que contribuíram para frear o avanço do contágio
Para conter o contágio da doença na cidade, foram realizadas outras ações, como a proibição da entrada de ônibus de turismo, o controle instalado na rodoviária, a proibição de aglomerações em locais públicos, a suspensão das aulas, a rápida instalação de barreiras sanitárias em acessos da cidade, abertura de um novo abrigo para os moradores em situação de rua, a sanitização do entorno de locais públicos e avenidas, a criação do Centro Municipal de Acolhimento e Tratamento do Coronavírus, com 5 leitos de UTIs e 10 leitos de semi-intensivo.

Foram criados também ações sociais, por meio da Central de Doações, Central de Apoio Emocional, Secretaria da Pessoa Idosa e ainda foi lançada uma plataforma digital para engajar todos esses serviços e manter a população bem informada.

Comente com o Facebook