Balneário Camboriú registra primeira morte por febre amarela em SC este ano

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que foi confirmado o primeiro óbito por febre amarela em Santa Catarina. A morte foi registrada em

.

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiólogica (DIVE) o homem de 42 anos começou a apresentar os sintomas da doença no dia 27 de fevereiro. Ele só procurou atendimento médico no dia 2 de março, e no dia seguinte foi a óbito.

O Local Provável de Infecção (LPI) ainda está em investigação pela área técnica, já que o paciente transitava entre Camboriú e Balneário Camboriú.

O paciente não tinha registro de vacina no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

Outros seis casos humanos de febre amarela já foram confirmados no estado neste ano (Pomerode (2), Indaial, São Bento do Sul, Blumenau e Jaraguá do Sul). A SES destaca que todos os casos até agora são de homens jovens e sem registro de vacina.

Com relação aos macacos, o estado contabiliza 11 primatas mortos pela doença: Blumenau (3), Gaspar, Indaial, Pomerode (2), Timbó, Jaraguá do Sul, São Bento do Sul (2). Outras 122 epizootias continuam em investigação para determinar a causa do óbito.

Por conta do cenário atual de Santa Catarina, a SES destaca a importância da vacinação contra a febre amarela, única forma de prevenir a doença, e reforça que todos os moradores de SC com mais de nove meses devem ser imunizados. A vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde.

Comente com o Facebook