Galeria de drenagem que corta a Avenida Alvin Bauer em Balneário Camboriú será substituída

0
128

Para execução de uma das frentes de trabalho da obra do Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto de Balneário Camboriú – a rede de interligação entre a elevatória localizada na Avenida Alvin Bauer (esquina com a Av. Brasil) e a galeria da Avenida Atlântica – foi realizada uma vídeo inspeção, onde constatou- se que a rede de drenagem que corta a via, estava totalmente danificada.

O engenheiro responsável da empresa SK Tecnologia Subaquática – EIRELI, executora da obra do Emissário, Ricardo May, o diretor Técnico da Emasa, Sérgio Juk, o engenheiro da Secretaria de Obras, Jaildo da Silva e técnicos da Defesa Civil, avaliaram que essa galeria por ser muito antiga, estava com a estrutura corroída e apresentava sérios problemas, podendo inclusive prejudicar a obra do emissário, sendo necessário a substituição da mesma.

O serviço foi iniciado nesta terça-feira (20), e a tubulação deve chegar ainda nesta quarta. A previsão de término é de até 10 dias. Paralelo, foram coletadas amostras do líquido que chega nessa galeria para análise, e o laudo deve ficar pronto em breve.

Sobre o Emissário

O Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto compreende 4.748m de extensão e será construído da Rua 2001 (Barra Norte), com duas interligações entre as elevatórias da Rua 2001 e da Avenida Alvin Bauer, até a Estação de Recalque da Rua 3700 (Barra Sul – embaixo da ponte do Rio Camboriú), levando toda a contribuição para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), do Nova Esperança.

A empresa executora da obra para implantação do Emissário Pressurizado de Esgoto Bruto, é a SK Tecnologia Subaquática – EIRELI. O prazo de execução são 120 dias e o valor licitado da obra é R$ 1.525.673,04. A licitação dos materiais ocorreu separada, com custo de R$ 3.248.789,24. O valor total ficou em R$ 4.774.462,28.

Comente com o Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui